Assembleia Municipal de Lisboa
Grupos Municipais
logotipo
Página do Grupo Municipal do Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV)
A política editorial desta página é da inteira responsabilidade do Grupo Municipal do Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV)
Voto 115/07 (PEV) - Voto de Pesar Pelo antigo preso político Jaime Schofield
07-05-2024

Agendado: 115ª Reunião, 7 de Maio de 2024
Debatido e Votado: 115ª Reunião, 7 de Maio de 2024
Resultado da Votação: APROVADO com ABSTENÇÃO do CH

Nascido em São Vicente, a 27 de Maio de 1939, faleceu no passado dia 2 de Maio, na Cidade da Praia, Jaime Ben Hare Soifer Schofield, ex-preso político do Campo de Concentração do Tarrafal.

A morte do pai levou-o a interromper os estudos liceais, para trabalhar como professor primário. A partir de 1965/66 regressa aos estudos para concluir o liceu e, com outros amigos e colegas, nos finais de 1966, organiza uma célula do PAIGC em Santo Antão, a fim de pugnar pela independência, preparando a guerrilha a partir da ilha. Menos de um ano depois, em 8 de Outubro de 1967, foi preso pela PIDE, tendo cumprido pena na Cadeia Civil da Praia (Santiago) sendo depois enviado para o Campo do Tarrafal, no início de 1970.

Construído no ano de 1936, com base no Decreto nº 26.539, de 23 de Abril, esta colónia penal recebeu os seus primeiros presos a 29 de Outubro do mesmo ano, tendo funcionado até 1956. Em 1962 foi reaberto com o nome de “Campo de Trabalho de Chão Bom”, destinado a encarcerar os anticolonialistas de Angola, Guiné Bissau e Cabo Verde. No total foram presas mais de 500 pessoas, sendo 340 antifascistas e 230 anticolonialistas.

As condições de sobrevivência no Campo de Concentração eram duras e desumanas. Os maus tratos, o isolamento e as humilhações aos quais os presos eram ali sujeitos, conduziram muitos à morte ou deixaram sequelas psíquicas e físicas. Para além do trabalho forçado, as torturas recorrentes como a frigideira, a estátua, a tortura do sono, os espancamentos, figuravam as práticas desumanas dentro de toda uma panóplia de maus tratos.

Como relatou no livro ‘Tarrafal-Chão Bom, Memórias e Verdade’, de José Vicente Lopes, “o grupo (eu, o Lineu Miranda, o Carlos Tavares e o Luís Fonseca) chega acompanhado pela PIDE. Fomos recebidos pelos polícias portugueses que faziam a guarda do Campo de Concentração e somos ‘internados’. (…) Os muros do Campo da Morte Lenta pareceram-me um verdadeiro e imenso túmulo. Pensei que terminaria ali os meus dias. (…) O Campo impressionou-me pela dimensão e estrutura tumular. Para mais, a recepção da PIDE, a entrada na caserna, a brutalidade das pessoas, a obediência canina, o meu pensamento era só: ‘daqui não saio’”.
Quando saiu do Tarrafal, em Fevereiro de 1973, Jaime Schofield quis recuperar a sua profissão de professor liceal, o que lhe foi negado para evitar o “contacto com os alunos”, tendo-lhe sido dado um cargo nos Serviços de Educação, com a categoria de professor primário.

Actualmente, pela história e memória que acarreta, o Campo de Concentração do Tarrafal, também designado Campo da Morte Lenta, passou a integrar a Lista Indicativa de Cabo Verde junto da UNESCO, sendo reconhecido como um espaço excepcional de memória e resistência na luta pela liberdade, cujo dossiê de candidatura contará com as contribuições dos Governos de Portugal, Angola e Guiné-Bissau.

Neste sentido, a Assembleia Municipal de Lisboa delibera, na sequência da presente proposta do Grupo Municipal do Partido Ecologista Os Verdes:

1 - Manifestar a sua consternação e profundo pesar pelo falecimento de Jaime Schofield.
2 - Prestar as mais sentidas condolências à família e amigos, guardando um minuto de silêncio em sua memória.

Mais delibera ainda:

- Remeter o presente voto de pesar à Presidência da República de Cabo Verde, à Presidência da República de Portugal, ao IPC - Instituto do Património Cultural de Cabo Verde, ao Campo de Concentração do Tarrafal e, por seu intermédio, à família enlutada, à URAP - União de Resistentes Antifascistas Portugueses, à CML e todos os seus vereadores.

Assembleia Municipal de Lisboa, 7 de Maio de 2024
O Grupo Municipal do Partido Ecologista Os Verdes

Frederico Lira
J. L. Sobreda Antunes

Documentos
Documento em formato application/pdf 20240507 Voto de Pesar Pelo antigo preso político Jaime Schofield186 Kb