Assembleia Municipal de Lisboa
Grupos Municipais
logotipo
Página do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
A política editorial desta página é da inteira responsabilidade do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
*
Pela melhoria da circulação em torno do Pavilhão Desportivo do Casal Vistoso (Rua João da Silva)
18-09-2018

Pontos e 1 a 6 e 8 e 9: Aprovado por maioria com voto contra do PS e a abstenção dos deputados independentes.
Ponto 7: Aprovado por maioria com voto contra PS e dos deputados independentes eleitos na lista do PS.

O Pavilhão Municipal desportivo do Casal Vistoso constitui uma peça fundamental na actividade desportiva da cidade e de apoio local a moradores e escolas.

Para além da utilização individual pelos munícipes, recebe diversos eventos culturais, políticos e desportivos, como campeonatos de futebol de salão e as Olisipíadas que atraem muitos cidadãos que se deslocam nos seus automóveis e atletas que são transportados por camionetas, bem como alunos de escolas que vão usufruir do espaço como as piscinas e que são transportados também de camionetas.

Ora, verifica-se que de cada vez que existe um evento no pavilhão, os moradores são confrontados com um trânsito caótico, automóveis bloqueados por outros automóveis estacionados em segunda fila, camionetas a bloquear passagem, buzinadelas, ruído de toda a espécie e caos na circulação automóvel (ilustração 1). Acresce que muitos moradores se queixam que as camionetas ficam paradas muitas vezes com o motor a trabalhar, cujo ruído de baixa frequência penetra nos edifícios - sendo verdadeiramente incomodativo e extenuante.

Apesar das muitas queixas dos moradores, da presença pontual da Polícia Municipal, da existência de um parque subterrâneo no pavilhão (ilustração 4) e de um parque de estacionamento à superfície a meros 200 metros (ilustração 5) continua-se a verificar o caos automobilístico nesta pequena artéria.

Nesse sentido, o Grupo Municipal do CDS-PP propõe à Assembleia Municipal de Lisboa que recomende à Câmara Municipal de Lisboa:

1) Abrir uma rua nas traseiras do pavilhão ligando a extremidade da Rua João da Silva à Rua Sarmento de Beires (ilustração 3b,c,d);

2) Abrir uma rua entre a Rua João da Silva e a Rua Sarmento de Beires passando ao lado da empena do prédio e passando junto ao parque de estacionamento de superfície. (ilustração 3a). Aqui o edificado futuro teria que ser feito sobre um túnel de acesso. Neste ponto é de todo relevante verificar a propriedade do terreno e agir em conformidade;

3) Com a abertura da rua em 1) tornar a Rua João da Silva de sentido único com entrada por um lado e saída por outro;

4) Providenciar na rua aberta nas traseiras do pavilhão lugar para estacionamento das camionetas e eventual entrada e saída no pavilhão por esse lado;

5) Nos dias de eventos, promover o estacionamento no parque subterrâneo a preços dissuasores de estacionamento no arruamento;

6) Promover o estacionamento no parque de superfície a meros 200 metros de distância;

7) Proceder, através de orientações à EMEL, à fiscalização efectiva do estacionamento irregular à superfície;

8) Sensibilizar as empresas de camionagem a desligar os motores enquanto aguardam pelos utentes;

9) Orientar as camionetas para o parque de estacionamento de superfície após deixar os utentes, só se deslocando para a porta na altura da recolha.

Lisboa, 13 de Setembro de 2018

Pelo Grupo Municipal do CDS-PP
Diogo Moura
Maria Luísa Aldim

consultar o anexo para ver as imagens:

Documentos
Documento em formato application/pdf 388 Kb