Assembleia Municipal de Lisboa
Grupos Municipais
logotipo
Página do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
A política editorial desta página é da inteira responsabilidade do Grupo Municipal do Partido Popular (CDS/PP)
*
Pela Construção de um Parque Infantil na Rua Bento Gonçalves - Bairro do Armador
26-06-2018

Debatido e votado: 26 de Junho de 2018
Aprovado por maioria com voto contra dos deputados independentes

No espaço público da Rua Bento Gonçalves, frente ao lote 723, no Bairro do Armador, Freguesia de Marvila, existe um espaço vedado destinado, desde a sua construção, a um Parque Infantil.

Esse espaço abandonado não é capaz de suportar a função para a qual foi criado pois no seu interior não existe qualquer equipamento.
Com a vandalização provocada há cerca de 10 anos, a entidade responsável pela gestão dos bairros municipais, a GEBALIS, não procedeu a qualquer obra de requalificação do mesmo, despromovendo este equipamento em particular mas também o espaço público envolvente, que se encontra bastante degradado.

Importa salientar que vários estudos comprovam que um espaço público cuidado gera sentimento de pertença e, consecutivamente, protecção por parte da comunidade, situação que gera maior impacto quando se trata de uma zona pedonal, ampla, que apresenta boas condições de acolhimento deste tipo de equipamentos.

Acresce o facto de que, em frente ao citado espaço, situa-se a Associação Futuro Autónomo, que acompanha cerca de 70 crianças/jovens com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos e que, no espaço público de considerável dimensão neste local, não tem um equipamento que sirva os seus tempos livres e que se juntam as restantes crianças do Bairro.

Nesse sentido, o Grupo Municipal do CDS-PP propõe à Assembleia Municipal de Lisboa que, na sua sessão de 26 de junho, recomende à Câmara Municipal de Lisboa que:

1. Num curto espaço de tempo, seja por intervenção directa ou delegada na GEBALIS ou Junta de Freguesia de Marvila, proceda à construção de um Parque Infantil, no espaço que foi criado devolvendo, dessa forma, o espaço para fruição da população;

2. Adeque o tipo e número de equipamentos ao número de crianças que ali residem e que, designadamente, frequentam a Associação Futuro Autónomo.

Lisboa, 20 de junho de 2018

O Grupo Municipal do CDS-PP
Diogo Moura