Assembleia Municipal de Lisboa
Voto 096/01 (PAN) - Saudação pelo 144º Aniversário da Sociedade Protetora dos Animais
21-01-2020

Agendado: 21 de Janeiro de 2020
Debatido e votado: 21 de Janeiro
Resultado da Votação: Aprovado por unanimidade
Ausência dos Deputados Independentes Rodrigo Mello Gonçalves e Teresa Craveiro da Sala de Plenário
Passou a Deliberação: 9/AML/2020
Publicação em BM: 2º Suplemento ao BM nº 1353, de 23.01.2020

Voto de Saudação
- Pelo 144.º Aniversário da Sociedade Protetora dos Animais -

A Sociedade Protetora dos Animais (SPA) foi fundada a 28 de novembro de 1875 pelo conselheiro José Silvestre Ribeiro, com o objetivo de melhorar as condições de vida dos animais, permanecendo ao longo dos anos na linha da frente no que concerne à defesa do bem-estar animal.

Desde o seu início que a SPA luta por uma legislação que garanta o respeito e a proteção dos animais se dedica à proteção dos animais em risco, com um importantíssimo trabalho nas áreas de sensibilização, esterilização e campanhas de adoção consciente.

Sendo a mais antiga associação de proteção animal em Portugal, a SPA é uma instituição privada de utilidade pública, sem fins lucrativos, que subsiste da quotização e de donativos de pessoas e que não recebe qualquer apoio público, contando presentemente com duas clínicas veterinárias em Lisboa e um santuário animal em Tavira.

Em 1882, um dos seus fundadores, Júlio de Andrade, ofereceu, em nome da SPA, fontanários-bebedouro para animais à cidade, sendo de relembrar que na época. Num primeiro momento foram oferecidos três fontanários, importados de Paris, que se situavam no Largo do Corpo Santo, na Praça do Comércio e em Santa Apolónia.

No total terão sido oferecidos catorze fontanários, todos com a mesma tipologia: em ferro fundido com três bacias em forma de concha e com um letreiro que invocava ao cuidado para com os animais e com uma referência à Sociedade Protetora dos Animais. Hoje restam apenas dois exemplares, um em Santa Apolónia e o do Jardim do Príncipe Real. Foi ainda oferecida pela SPA a primeira ambulância para animais à cidade de Lisboa.

Reconhecendo o papel que a Sociedade Protetora dos Animais tem desenvolvido, designadamente ao nível da melhoria das condições de vida e da prestação de cuidados aos nossos animais de companhia, e ainda na luta pela alteração da legislação, apresentamos um Voto de Saudação pelo seu 144º aniversário.

Assim, o Grupo Municipal do PAN propõe que a Assembleia Municipal de Lisboa delibere:
1. Saudar a Sociedade Protetora dos Animais pelo seu centésimo quadragésimo quarto (144.º) Aniversário;
2. Agradecer todo o trabalho que a Sociedade Protetora dos Animais tem desenvolvido no sentido de melhorar as condições de vida e da prestação de cuidados aos animais de companhia em geral e em especial aos detidos por pessoas mais vulneráveis, contribuindo por essa via também para a melhoria da sua qualidade de vida;
3. Agradecer a todas as pessoas, entidades, associações, grupos, formais ou informais, que tanto têm feito e continuam a fazer em prol do bem-estar animal;
4. Remeter este voto de saudação à Sociedade Protetora dos Animais.

Lisboa, 12 de dezembro de 2019.

O Grupo Municipal
do Pessoas - Animais - Natureza

Miguel Santos
Inês de Sousa Real

Documentos
Documento em formato application/pdf Voto 096/01 (PAN) 76 Kb