Assembleia Municipal de Lisboa
Voto de pesar 01/141(BE) - Armando Baptista-Bastos
16-05-2017

Agendado: 141ª reunião, 16 de Maio de 2017
Debatido e votado: 16 de Maio de 2017
Resultado da Votação: Aprovado por unanimidade
Passou a Deliberação: 153-A/AML/2017
Publicação em BM:2º Suplemento ao BM 1218

VOTO DE PESAR
PELO FALECIMENTO DE ARMANDO BAPTISTA-BASTOS

É com profundo pesar que a Assembleia Municipal de Lisboa assinala o falecimento de Armando Baptista-Bastos.
Baptista-Bastos nasceu em Lisboa, cidade que sempre amou, no dia 27 de fevereiro de 1934.
Fez os seus estudos na Escola de Artes Decorativas António Arroio e no Liceu Francês, e cedo abraçou a escrita através do jornalismo e da literatura.
Como jornalista, trabalhou e colaborou em inúmeros títulos que fizeram a história da imprensa nas últimas décadas: Século, O Diário, Diário Popular, Diário de Notícias, Público, Jornal de Negócios, Correio da Manhã ou Sábado.
A sua obra literária valeu-lhe vários prémios: o Prémio PEN Clube de Novelística (1988), o Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários (2002) ou o Prémio Clube Literário do Porto (2006).
O jornalismo e a literatura foram sempre o espelho da sua qualidade de escrita e da sua militância cívica.
Esteve também profundamente ligado ao aparecimento do chamado Novo Cinema Português, participando, designadamente, numa das suas obras fundadoras, Belarmino, de Fernando Lopes. Não era indiferente a nada e ninguém lhe ficava indiferente.
Depois de ter sido despedido do jornal Século pelo seu envolvimento na campanha de Humberto Delgado, foi despedido da RTP. Moreira Batista, então Secretário Nacional da Informação, terá dito, a propósito de Baptista-Bastos, que se tratava de "um contumaz adversário do regime". Uma frase que, vinda do interior daquele regime, só honra a coragem cívica de Armando Baptista-Bastos.

Assim, a Assembleia Municipal de Lisboa, reunida a 16 de Maio de 2017, delibera:

1. Manifestar o seu profundo pesar pelo falecimento de Armando Baptista-Bastos e endereçar aos seus familiares, amigos e admiradores, as suas mais sentidas condolências;

2. Guardar um minuto de silêncio em sua memória.

Lisboa, 15 de Maio de 2017

As Deputadas e os Deputados Municipais eleitos pelo Bloco de Esquerda,

Documentos
Documento em formato application/pdf Voto de pesar 01/141(BE) - Armando Baptista-Bastos124 Kb