Assembleia Municipal de Lisboa
-
Audição pública || 9 de Julho, 18.30 || AML
30-06-2015 AML com Público

Encontra-se disponível neste sítio electrónico a proposta 395/CM/2015, de realização de uma hasta pública para alienação dos terrenos da antiga Feira Popular. Esta proposta terá de ser apreciada pela Assembleia Municipal, que entretanto irá promover uma audição pública sobre esta matéria no dia 9 de julho, no Fórum Lisboa, às 18.30.
Veja o aviso de inscrição AQUI
Inscreva-se para intervir a partir de 8 de Julho AQUI
Veja também a petição 11/2015 sobre o mesmo assunto.
E leia mais abaixo Ler mais

75ª reunião AML - 30 de Junho 2015
02-07-2015 AML, AML

"Além do óbvio merecimento de solidariedade, a Grécia ocupa um lugar primordial na nossa matriz cultural, e tem uma história e uma geografia de vital importância para a Europa no que respeita às soluções para enfrentar os actuais desafios deste continente", lê-se numa das duas moções de solidariedade com a Grécia aprovadas por maioria pela Assembleia Municipal de Lisboa, reunida em 30 de Junho de 2015. Ler mais

-
a fadista por Vhils e Ruben Alves
01-07-2015 LUSA

O artista Alexandre Farto — que assina como Vhils — criou o rosto de Amália Rodrigues em calçada portuguesa, em colaboração com calceteiros da câmara de Lisboa, uma obra que será desvendada amanhâ, dia 2 de Julho. A obra também será a capa de "Amália, As Vozes do Fado", uma homenagem com fadistas da nova geração, organizada por Ruben Alves, o autor de "A Gaiola Dourada" Ler mais

-
40 anos de independência de Cabo Verde
5 de Junho às 20h00
29-06-2015
-
75ª reunião AML - 30 de Junho 2015
01-07-2015 JRS (PL/JGS/AYMN) // ROC, LUSA

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou ontem uma moção contra a “privatização” do Oceanário de Lisboa, cuja concessão da gestão a privados será decidida esta semana em Conselho de Ministros. Ler mais

-
75ª reunião AML - 30 de Junho 2015
01-07-2015 AML

Apresentada pelos deputados municipais José Leitão e Helena Roseta - Mesa da AML - foi ontem aprovada por unanimidade uma moção para que se constitua uma “Plataforma Alargada para o Acolhimento e Integração de Refugiados em Portugal”, que integre entidades municipais, públicas e estatais, universidades, organizações não governamentais e entidades empresariais. Ler mais